Misericórdia de Penafiel

Portuguese English French German Greek Italian Polish Spanish

Edição n.º 38 Março 2018

Agenda

Qua. Set. 26
Piquenique

Lar de S. Martinho

Seg. Out. 01
Dia Internacional do Idoso

Comemoração

Sex. Out. 12
Noite de Fados
Seg. Out. 15
Dia da Alimentação
Ter. Out. 16
Atividade -Pratos Saudáveis
Sex. Out. 19
Palestra “Alimentação Saudável”

Valências

Igreja da Misericórdia de Penafiel acolhe Primeiras Jornadas “Museologia nas Misericórdias”

Nuno Vassallo e Silva, Diretor Geral do Património Cultural marcou presença nesta iniciativa, no ano em que a Misericórdia de Penafiel celebra os seus 505 anos
No passado dia 13 de Setembro, a Igreja da Misericórdia de Penafiel, acolheu as Primeiras Jornadas “Museologia nas Misericórdias”, organizadas pela Santa Casa da Misericórdia de Penafiel em colaboração com o Pelouro do Património da União das Misericórdias Portuguesas. 
Esta iniciativa contou com a presença de Júlio Mesquita, Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Penafiel, Antonino de Sousa, Presidente da Câmara Municipal de Penafiel, Nuno Vassallo e Silva, Diretor Geral do Património Cultural e representantes das Santas Casas das Misericórdias de vários pontos do país.
Para Júlio Mesquita, Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Penafiel, “É em 2011 que se dá o arranque decisivo para mostrar a quem nos visita, o que temos de bom no Museu de Arte Sacra, um Museu que merece estar aberto ao público. A Santa Casa da Misericórdia de Penafiel tem feito e continua a fazer um grande esforço para que este espaço seja conhecido e apreciado. O objetivo destas jornadas é chamar à atenção para o património histórico e cultural da região, apelar à sensibilidade para a conservação do património, dar a conhecer as instituições e estabelecer sinergias entre os profissionais do património do ponto de vista histórico e arquivístico.”
O Museu de Arte Sacra, situado na Igreja da Misericórdia de Penafiel, engloba uma colecção de Arte Sacra desde o século XVI ao século XX, estando dividido por salas temáticas.
Antonino de Sousa, Presidente da Câmara Municipal de Penafiel, apontou o Museu de Arte Sacra como alavanca cultural que tem que ser preservada, “As Santas Casas das Misericórdias, particularmente a de Penafiel, para além de serem importantes Instituições de cariz social, são hoje um exemplo de conservação e aposta na vertente cultural. Exemplo disso é o Museu de Arte Sacra que está preservado, sendo uma alavanca cultural de dinamização do turismo religioso focado nas artes. Iniciativas como esta tornam-se cada vez mais importantes, uma vez que dão a conhecer o património e a cultura das Santas Casas do nosso país.”
A Santa Casa da Misericórdia de Penafiel é uma das mais antigas do país, estando a comemorar os 505 anos ao serviço do concelho de Penafiel.
Para Nuno Vassallo e Silva, Diretor Geral do Património Cultural, “Felicito esta iniciativa notável que valoriza as Misericórdias e o seu importante papel no entendimento do património como algo mais profundo. Deve-se aproveitar os espaços existentes nas Misericórdias porque o património tem que estar vivo, para ser vivido e transmitido. É importante conservar, divulgar e partilhar para tornar mais rica as comunidades que as Misericórdias servem.”

 

Jornal “Voz Local - Notícias de Penafiel”, 16 de Setembro de 2014