Misericórdia de Penafiel

Portuguese English French German Greek Italian Polish Spanish

Edição n.º 37 Outubro 2017

Agenda

Qua. Dez. 20
Festa de Natal da Instituição

Salão Polivalente

Dom. Dez. 24
Ceia de Natal

Lares da Instituição

Dom. Dez. 31
Ceia de Fim de Ano

Lares de Terceira Idade

Valências

TOMADA DE POSSE DOS CORPOS SOCIAIS, QUADRIÉNIO 2017/2020

Com a presença de elevado número de Irmãos, Amigos, Utentes e Funcionários, a Tomada de Posse dos Corpos Sociais para o quadriénio 2017/2020, foi um acontecimento marcante e digno, na vida da Instituição.

Entre os Convidados, de salientar, e a presidir à Cerimónia, o Senhor Bispo-Auxiliar da Diocese do Porto, D. António Augusto Azevedo, os Senhores Presidente da Câmara e da Assembleia Municipal, Dr. Antonino de Sousa e Dr. Alberto Santos, respetivamente; o Senhor Presidente da Junta de Freguesia de Penafiel, o Dr. Micael Cardoso, a Senhora Presidente do Secretariado Regional do Porto da U.M.P. (em representação do seu Presidente, o Exmo. Senhor Dr. Manuel de Lemos), a Professora Doutora e Provedora do Marco de Canaveses, Dr.ª Maria Amélia Ferreira e o Reverendo Pároco de Penafiel e Capelão da Misericórdia, o Senhor Padre Paulo Jorge Barbosa, para além de outras entidades civis e religiosas, e, dentre estas, os Frei Luís e Frei Neves, do “Calvário”, a quem a todos se agradece a presença.

Após a posse, algumas palavras do Provedor, do Presidente da Câmara e da Represente da U.M.P., e, palavras finais de Sua Excelência Reverendíssima o Senhor Bispo D. António Augusto Azevedo, palavras de elogio, confiança e esperança no futuro desta Santa Casa e que, a Mesa Administrativa muito e muito agradece, não sem que antes e na altura apropriada, o Senhor Provedor tivesse agradecido a sua presença, correspondendo ao seu pedido.

Bem-haja, Senhor Bispo!

 

Seguiu-se o jantar, comparticipado pelos Irmãos e Amigos, como sempre tem acontecido desde a 1ª hora da presença do Provedor à frente das sucessivas Mesas.

Como habitualmente, teve a presença de muito Utentes (os que puderam e quiseram), sinal evidente da comunhão de valores e sentimentos.

«Primeiro o Utente»!

 

Ler discurso do Provedor

Órgãos Sociais